5 motivos que te fazem morrer de medo da apresentação do TCC

Geral

5 motivos que te fazem morrer de medo da apresentação do TCC

Tamiles Cavalcante
Escrito por Tamiles Cavalcante
5 min de leitura
Junte-se a muitos outros alunos

Entre para nossa turma e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Fala galera!! Tudo bom??

Hoje quero falar com vocês sobre um assunto que é nervosismo total nos alunos: A apresentação do TCC, também conhecida como a defesa! É só a gente falar nesse assunto “pra geral” tremer na base!! (Acho até engraçado como os alunos ficam nervosos a tal ponto! rs)

Para ilustrar o que eu to falando olha essas pérolas REAIS de alunos que já passaram por mim – todos aprovados em TCC, mas querendo morrer antes da apresentação:

“Professora, não aguento mais esperar por esta apresentação, estou há 6 meses sem dormir”

“Professora eu estou tão aflita com a apresentação que não consigo finalizar meu TCC de tanto que penso em como vai ser na hora”

“Professora eu estou tomando remédio controlado porque estou sofrendo com ansiedade em alto grau, nem consigo dormir se não tomar remédio”

“Professora pode tomar cachaça antes da apresentação” (obviamente eu disse que não né?)

Estão vendo como vocês viajam por causa da apresentação??? Gente, garanto que não precisa desse nervosismo!

Para te deixar mais tranquilo eu quero apontar 5 razões pelas quais você pode estar passando ou pode ter passado durante o curso e que te deixou com essa insegurança toda. A importância de você saber isso é poder identificar onde precisa melhorar para se sentir mais seguro e confiante durante sua apresentação. Saiba que é extremamente possível ter uma apresentação sem drama, dormindo bem nos dias que antecedem e estando ciente do que falar nos terríveis 10 a 15 minutos (rs). Acompanha comigo:

1.  Você não está dominando o conteúdo

Já parou para pensar que você pode estar se sentindo inseguro para apresentar por não estar dominando o conteúdo do seu próprio trabalho?? Sim, isto é possível e eu vou te falar o motivo. Muitos alunos vão escrevendo “de eito” como falamos aqui no Ceará, isso quer dizer que vão digitando, digitando e digitando, copiando de um canto, colando em outro e vão tecendo um trabalho sem a devida linha de raciocínio necessária. E diante disso, há, pelo menos, três motivos que levam o aluno a não estar dominando o seu TCC:

Muito Ctrl+C/Ctrl+V – Sim! Existem alunos que copiam e colam demais, até mesmo nos estudos de casos, pasme!! Coisas que o próprio aluno deveria estar escrevendo mas prefere ficar vasculhando na internet para encontrar algo que seja parecido. Aí o que acaba acontecendo é que, muitas das vezes, você insere no trabalho uma coisa que não tem nada a ver com o teor original da pesquisa. Já cheguei a perguntar “_O que você quis dizer aqui?” e o aluno simplesmente não saber o que responder, às vezes até confessa “_ah, professora, é que copiei e colei umas coisas então acho que isso aí não era pra estar aí”. Viu só?? Isso gera insegurança em relação ao conteúdo. Fora que é uma furada total né? Passível de perder uns pontinhos na avaliação geral do trabalho.

Você não lê o trabalho após finalizado (ou não lê cada capítulo ao longo da confecção, isso também ajuda) – Sim! A maioria dos alunos está tão estafada por ter que estar construindo a produção textual que acaba ficando “sem saco” para fazer uma leitura após finalizar o todo ou as partes. Se você fizer isso vai ver como irá te ajudar, em primeiro lugar, ajuda a ir verificando possíveis erros de digitação (E ORTOGRAFIA) que eu sei que são normais acontecerem, em segundo lugar, vai te possibilitar ir tomando entendimento do trabalho, ou seja, já vai se preparando para a apresentação. Fazer uma leitura da pesquisa é algo imprescindível para o entendimento e detecção do “fio da meada”.

O seu TCC pode estar sendo construído por outra pessoa – Simm!!! Infelizmente isso acontece demais!!!! Não preciso nem escrever horrores aqui dizendo que isso representa uma completa falta de ética por parte do aluno (imagine como será o profissional, se ficar por aí dando ‘jeitinho’). Mas enfim, o que quero dizer com esta parte é que sim, muitos alunos tremem nas bases na hora  da apresentação simplesmente por não serem eles os autores da pesquisa, aí fica complicado mesmo falar daquilo que você não tem propriedade né?? Fora isso, meu querido, nós professores sabemos quando não é nosso aluno que está construindo seu TCC. Então fique esperto! Isso pode te render uma bela REPROVAÇÃO!

2. Você está só tentando decorar o slide da apresentação

Gente, vamos ser sinceros, o decoreba não é uma forma eficiente de transmitir o seu conhecimento. Quando você só decora um conteúdo, você tem muito mais chances de se dar mal, pois isso contribui para aumentar o seu nervosismo, já que você sabe que pode esquecer “a fala” a qualquer momento. E vai esquecer mesmo! Pode ter certeza! Uma coisa influencia na outra: Você está nervoso, não consegue aprender o conteúdo, tenta decorar, o decoreba te deixa inseguro, consequentemente aumenta o seu nervosismo e no final das contas, você esquece tudo porque está deveras ansioso e nervoso para apresentar aquilo que você não sabe direito o que é!! Poxa, até eu ficaria!!!

Qual é o segrego para resolver essa parte aqui? Muito simples, meu caro!

  1. Entenda o conteúdo!
  2. Olhe bem para a sequência do seu slide de apresentação (deverá ter uma lógica sequencial)
  3. Escreva o que for preciso em cada lâmina de uma forma que você consiga, durante a apresentação, ler o que está lá e entender o conteúdo.
  4. Não faça as coisas só por fazer! Faça de verdade, isso vai te deixar seguro sim!

Viu? É uma questão de comprometimento com a sua pesquisa,  de amor pelo que está fazendo, de doação!! Se não tiver isso! Não tem decoreba que resolva.

3. Você passou o curso inteiro desperdiçando oportunidades

Você está inseguro na apresentação?? Então, com certeza, fez isso! Passou o curso todo desperdiçando aquelas oportunidades maravilhosas de treinar a oratória em público. Eu estou falando das apresentações em sala de aula, aquelas que o seu professor fazia nos trabalhos em grupo e você, certamente, deixava tudo para aquele membro “mais afoito” da equipe! Pois é, agora está fazendo falta, não é mesmo??

Aquelas apresentações em grupo são excelentes oportunidades para você praticar a apresentação do TCC, e não venha dizer que não sabia, pois você já começou o curso sabendo que teria um TCC para encarar lá no final!

Se você ainda vai ter oportunidades em sala, aproveite! Garanto que vai fazer a diferença, tente controlar o seu nervosismo durante as apresentações e vá praticando este domínio, isso vai fazer você se sentir mais preparado! Te garanto!

4. Você não acredita quando seu orientador diz que vai ser tudo tranquilo

Mas isso aqui acontece sempre (kkk)! A gente pode é morrer de dizer aos meninos para terem calma, para ficarem menos ansiosos, que tudo vai correr bem! Mas não tem jeito, eles simplesmente ignoram! Isso é tão sério que ignoram até quando a gente diz “_Foque no estudo de campo e menos no referencial teórico”, eles nunca acreditam, acham que estamos o tempo todo jogando pegadinhas neles para eles caírem e a gente reprovar (rsrs). Mas não é assim tá?

Pense em uma coisa: nós orientadores estamos ali para lhe fazer alcançar o seu objetivo, jamais para prejudicar você. Nós sabemos que é um momento tenso, imaginamos como você deva estar se sentindo, até porque já estivemos no seu lugar, obviamente temos a noção do “perigo” rs…

Mas quero deixar uma coisa clara aqui, o nosso sincero desejo é te ver desenrolar com brilho esse bendito TCC, seja na produção textual, seja na apresentação. Nós também ficamos felizes com o seu sucesso que se reflete na sua aprovação. É sério, não estou mentindo, nós ficamos felizes de verdade, afinal foi um trabalho construído em conjunto e quando você brilha nós nos sentidos estrela igual você! Então pare de achar que estamos querendo lhe prejudicar com aquelas dicas do tipo “macetes” de ultima hora, nós estamos falando a verdade ok? Siga firme no baile!

5. Você não confia em si mesmo

Uma outra coisa que vejo muito ocorrer é que os alunos geralmente não confiam em si mesmos. Talvez isso se dê pelo fato de estarem ali diante de pessoas que já estão num nível de titulação maior que o deles e é absolutamente normal que nos sintamos inseguros quando temos que apresentar algo para pessoas que tem um conhecimento mais elevado que o nosso. Acredite, me sinto como você às vezes!

Por esta razão mesmo, o que mais queremos é que você sinta-se confiante no momento de sua defesa, que agarre aquele momento que é todo seu e dê o seu melhor. Nós estamos ali torcendo para que tudo dê certo para você. Torcendo para que você não tenha tentado apenas decorar o slide, torcendo para que você consiga controlar o seu nervosismo, torcendo para que você chegue logo nas considerações finais! Não é só para você terminar e a gente passar para o próximo ta? (rs…) É para que você possa desfrutar da sensação maravilhosa de dever cumprido e possa sair para comemorar a sua aprovação!

Por isso, se você está aí ansioso pela apresentação do TCC, pense sobre como foi a sua caminhada, sobre tudo que você viveu para estar ali, as dores pelas quais passou, as renúncias que teve que fazer para chegar ao objetivo. Não é hora de esmorecer e achar que vai morrer. O show começa após a apresentação! Então se prepare, estude de verdade, como um guerreiro que sabe o seu caminho e não tem medo de enfrentar. Nós sempre estaremos do outro lado da banca torcendo para que tudo dê certo para você!

Ai gente! Se depois dessa carta de amor que eu fiz você ainda ficar aí morrendo de medo de se apresentar, sei não hein!!! Toca o barco!!! O que não tem remédio, remediado está! Se tem que fazer, apenas dê o seu melhor e fique firme!! E é isso.

 

Se este post foi importante para você, não esqueça de deixar um comentário contando pra gente como isso te ajudou. Se tem alguma crítica ou sugestão, ficaremos felizes em receber a sua contribuição! No mais, vá estudar para a sua apresentação!! Bjo.

@tamilesrc

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários. E se tiver dúvidas, deixa sua pergunta.

Deixe uma resposta