5 passos para fazer um texto coerente com as citações – 2Minnutos

Oi Acadêmicos!

Vamos comentar sobre mais um daqueles temas que não são nenhum bicho de sete cabeças, mas muitos alunos sentem dificuldades nessa parte de seus trabalhos: as citações.

Como construir um texto coerente com as citações?

Primeiro, entenda que você está defendendo uma ideia em seu trabalho, seja ela qual for. Portanto, tenha em mente exatamente qual a sua opinião sobre aquele assunto, seja no tipo de pesquisa totalmente bibliográfico, ou com estudo de caso. O fato é: VOCÊ TEM QUE DEFENDER UMA IDEIA. Logo, você deve procurar citações que o ajudem a fundamentar a sua defesa.

As citações que você enquadrar no seu texto devem estar diretamente ligadas ao tema que você está abordando naquela parte do trabalho. Não apenas ligadas, mas complementando o seu pensamento. Pois como citei, ELA DEVE AJUDAR VOCÊ A FUNDAMENTAR A SUA IDEIA.

Um grande erro que eu já vi em muitos trabalhos, é a falta de coerência da citação com o texto que está antes ou depois da citação. Vale lembrar que a citação é um complemento de sua ideia, ou seja, daquilo que você comentou antes ou comentará após ela aparecer. Portanto, leia, leia novamente e veja se o comentário se ajusta à citação.

Acompanhe 5 passos simples que podem lhe ajudar a construir um texto coerente, sem perder os cabelos com as citações:

Passo 01 – Esteja ciente da ideia que pretende defender:

É importante que você tenha definido bem a sua linha de raciocínio, isso significa que a sua visão está clara quanto ao que pretende defender em sua pesquisa. Não há nada mais trabalhoso do que uma pesquisa cuja ideia a ser defendida não está totalmente clara na visão do acadêmico. Isso prejudica no momento de procurar as bibliografias e mesmo no desenvolvimento do texto.

Passo 02 – Pesquise o máximo de artigos e livros sobre o tema e afins:

Quando tiver com o seu “fio da meada” definido, comece a vasculhar o que puder para encontrar o máximo de bibliografia sobre o tema, inclusive temas afins (já encontrei coisas interessantes em livros que pareciam não ter quase nada a ver). Visite as bibliotecas, vasculhe a internet (uma ótima dica é o Google Acadêmico, há milhares de artigos disponíveis lá), o importante é ter muitos fundamentos. Uma outra dica muito boa para encontrar referências é no Google Livros, você não vai poder baixar os livros que tem lá, mas pode citar e dá para referenciar direitinho! Pois são livros de verdade, só que numa versão virtual.

Passo 03 – Leia o material (não precisa ser todo):

De posse de tudo que você pesquisou, vá lendo e anotando quais as sentenças que tem a ver com a sua ideia (elas poderão se tornar as suas citações), mesmo que ainda não tenha o roteiro de seu texto. É óbvio que, dependendo do seu tempo, você talvez não consiga ler tudo, razão pela qual é importante ter o máximo de artigos e livros possíveis, assim, você pode se concentrar só nas partes que mais se encaixam com o tema de sua pesquisa. Lembre-se: NÃO ESTOU DIZENDO PARA COPIAR E COLAR. Estou falando sobre você separar as citações que lhe interessam e deixá-las anotadas em um caderno ou um arquivo do Word. Neste ponto, é importante que, ao passo em que você for guardando as citações, GUARDE TAMBÉM AS REFERÊNCIAS, já abaixo da citação, assim, quando tiver que inserir determinada citação, já pode copiar e inserir a referência no final de sua pesquisa. (É uma dica para não ficar perdido depois)

Passo 04 – Desenvolva o seu texto:

Quando você tiver preparado o seu rol de citações, comece a desenvolver o seu texto. Isso mesmo que você entendeu: coloque a cabeça para funcionar e comece a construir a defesa de sua ideia. Ao longo deste desenvolvimento, você, que já tem guardadas várias citações, poderá ir vendo onde elas se enquadram. Uma dica extra: Geralmente, a gente constrói um texto para colocar uma citação que tenha a ver e fiquem bem enquadrada, que tal se, naquele momento em que a memória “deu branco”, você dar uma olhadinha nas citações que tem, e fazer um “vice-versa”? Isso significa, ao invés de construir o texto e colocar a citação referente, comece separando uma boa citação e desenvolvendo um texto que trate sobre ela. Geralmente neste tipo de parágrafo vem frases do tipo “como podemos ver, o autor sugere que…”, “portanto, nota-se que quando o autor fala em…”, “[…]ou seja,[…]”, entre outras, em cujos parágrafos você pode ir complementando a ideia do autor da citação. MAS LEMBRE-SE SEMPRE DE CITAR! E NUNCA COPIAR E COLAR! ISSO É PLÁGIO!

Passo 05 – Lei, releia e leia novamente o SEU texto:

À medida em que for terminando determinadas partes do texto, volte e leia, mas leia com cuidado, leia observando se as citações estão coerentes com aquilo que você pretende passar ao leitor. Lembre-se sempre de que outras pessoas irão ler a sua pesquisa e ela precisa se fazer entendida, portanto, tire por si mesmo: a sua ideia está compreensível? As citações estão “conversando” com a sequência do texto? Se outros lerem sua pesquisa, entenderão a sua mensagem? Se você conseguir responder positivamente essas perguntas, significa que está indo no caminho certo.

Então é isso! Não esqueça de seguir as indicações de seu orientador e as normas, tanto da ABNT, quanto da sua instituição de ensino.

Este artigo foi importante?? Deixe um comentário ou alguma pergunta, a sua dúvida pode ajudar outros acadêmicos!!! E se tiver alguma coisa em que eu possa contribuir com o seu trabalho, feel free! Envie um e-mail!

Bye for now!

@tamilesrc

5 passos para fazer um texto coerente com as citações
Tags:                 

Tamiles Cavalcante

Professora Orientadora Acadêmica; Administradora por formação; Especialista em Gestão de Negócios por opção; Orientadora por paixão.

4 ideias sobre “5 passos para fazer um texto coerente com as citações

Deixe uma resposta